Barões
marketing visual

Marketing visual: como o conteúdo interativo pode impulsionar marcas publishers

Nem só de artigos vive um projeto de Brand Publishing. Saiba que outros tipos de conteúdos podem ajudar uma marca em suas estratégias de posicionamento e até mesmo de geração de leads e conversões

2 de outubro de 2020

Quem nunca ouviu aquela máxima de que “uma imagem vale mais que mil palavras”? Em um artigo publicado recentemente no portal da agência SEO National, de Utah (EUA), a especialista em content marketing Shreya Sinha, que trabalha na ferramenta Outgrow, falou sobre a importância do que chama de “marketing visual”. Ou seja, do uso de conteúdos mais visuais e interativos em um projeto de Brand Publishing.

Produzir conteúdo não significa apenas escrever um artigo com título, subtítulo, entretítulos e uma determinada quantidade de parágrafos e caracteres. Em termos de volume, os textos sempre terão uma fatia maior em um projeto de Brand Publishing. Mas outros tipos de peças podem, sozinhas, gerar mais engajamento e até mesmo geração de leads e conversões do que vários artigos juntos.

Conteúdos complementares

E objetivo aqui não é defender que um tipo de conteúdo tenha predominância sobre outros. Mas que possam trabalhar juntos e que se complementem em favor do crescimento de uma marca publisher.

“Na verdade, os especialistas defendem que essa pode ser a melhor maneira de promover o engajamento com seus clientes. Por quê? Se você está tentando entender o cálculo de um imposto ou avaliando quais produtos se adequam melhor ao seu tipo de pele, o que você prefere? Ler um longo conteúdo baseado em texto para resolver o mistério ou usar uma calculadora ou uma avaliação rápida para obter resultados personalizados? Acreditamos que não há competição aqui”, escreveu Shreya Sinha.

Segundo a autora, converter seu conteúdo tradicional em algo mais visual e interativo é um molho secreto para a estratégia de publishing das marcas.

O que significa marketing visual?

De acordo com a especialista da Outgrow, “marketing visual é a estratégia de usar fotos, gráficos, vídeos e outros tipos de conteúdo visual e/ou interativo para aumentar o envolvimento da marca e comercializar um produto ou serviço”.

Shreya Sinha garante que marcas de todos os setores podem se beneficiar desse tipo de conteúdo. E que o marketing visual é importante porque os humanos aprendem visualmente.

“Na verdade, uma pesquisa diz que os usuários têm 80% mais probabilidade de ler conteúdo se ele contiver imagens coloridas. Além disso, o conteúdo visual tem 40 vezes mais probabilidade de ser compartilhado nas redes sociais”, afirmou a especialista.

Exemplos de conteúdos de marketing visual

Veja os exemplos de conteúdos de marketing visual listados pela autora que mais se adequam ao Brand Publishing:

Quizzes

“São uma forma de esporte mental que desafia os usuários a responder às perguntas corretamente. Isso os torna um dos tipos mais divertidos e populares de conteúdo interativo para marketing visual. Devido ao alto envolvimento, estão entre os tipos de conteúdo com maior conversão entre todos. Além disso, tornar os resultados compartilháveis ​​nas redes sociais ou incorporá-los em locais estratégicos aumentará rapidamente a geração de leads e as taxas de conversão. A melhor parte é que existem várias ferramentas de criação de questionários que podem ajudá-lo a criar questionários em questão de minutos”, afirmou Shreya.

Como exemplo de uma estratégia bem-sucedida de conteúdo usando um quiz, a autora falou sobre um case da Barões Digital Publishing. Em busca de uma estratégia que pudesse impulsionar as taxas de conversão de seus clientes, a Barões começou a usar a ferramenta da Outgrow para desenvolver quizzes.

quiz

E uma desses questionários interativos em especial acabou gerando resultados “incrivelmente grandes”, como destacou Shreya: o quiz “Para qual cidade você deve mudar em 2020?”, feito para o MeuLugar, hub de conteúdo assinado pela Barões para a imobiliária digital QuintoAndar.

Somente esse quiz gerou quase 22 mil leads, 63 mil visitas e uma taxa de conversão de quase 35%. Segundo a especialista da Outgrow, um exemplo claro do poder do uso de questionários para o marketing visual!

Calculadoras

Outras ferramentas funcionais e visuais que “têm o potencial de fazer milagres acontecerem em termos de leads e vendas geradas” são as calculadoras. Segundo Shreya, elas oferecem um valor agregado aos usuários, por se basearem no cálculo de resultados precisos. “Apenas dados puros!”, como destaca a autora.

Pesquisas e enquetes

Conteúdos interativos que visam obter feedback ou encontrar novos dados do usuário, as enquetes e pesquisas já existiam no mundo pré-digital, em forma, por exemplo, de entrevistas de porta em porta.

“Mas essas pesquisas interativas de um clique mudaram o jogo para os profissionais de marketing. Se você está se perguntando, enquetes e pesquisas têm uma diferença básica entre eles. Uma enquete tem apenas uma pergunta de múltipla escolha, enquanto uma pesquisa inclui mais de uma”.

Se você tem interesse em saber sobre como as marcas podem se estabelecer como publishers, assine nossa newsletter e receba o melhor conteúdo sobre Brand Publishing.