Barões


Por que os varejistas devem pensar como publishers?

Entenda por que ter uma proposta clara de valor cria oportunidades únicas para os seus anunciantes

21 de junho de 2019

Redação

Os tempos mudaram e a Comunicação precisou se adaptar aos novos tempos. A questão é: os empresários conseguem enxergar essa mudança? O preço do espaço publicitário baseado nos leitores do veículo é uma moeda ultrapassada. Ter sua marca anunciada em um jornal de grande circulação não vai trazer os mesmos resultados de venda de antes. Então, por que é preciso pensar como publishers?

Um artigo do Meio&Mensagem trouxe dados do relatório da Forrester que mostra como as empresas de varejo são as novidades das redes de mídia. Segundo o estudo, sites de empresas como Walmart, eBay e Target possuem um tráfego de 65 a 140 milhões de visitantes por mês. Entretanto, é comum que essas marcas dessa categoria não se interessem por produtos de mídia. O motivo é o medo de arruinarem a experiência de seus clientes.

O relatório ainda revela que muitos varejistas perderam pontos em relação à experiência mobile. Existe pelo menos uma falha na maioria dos sites de varejo para celular. Principalmente na latência do site, no tempo de carregamento e no momento da experiência de compra.

Veja três importantes caminhos que somados podem diversificar os fluxos de receita do varejista.

1- A proposta de valor

Grandes empresas internacionais de mídia como Conde Nast Spire, Hearst Magazines Digital Media ou a CNN International Commercial possuem propostas de valor claras. Ou seja, o que suas marcas proporcionam aos anunciantes. Os varejistas podem (e devem) imitar essa fórmula.

As empresas de varejo já possuem suas identidades exclusivas. Uma base ativa de cliente com valiosos dados primários. E ainda possuem marcas parceiras que buscam oportunidades para colocarem seus produtos em destaque.

2- As pessoas certas

Segundo o relatório, é essencial que as equipes de vendas divulguem os produtos certos para as pessoas certas na hora certa. O Google, por exemplo, oferece espaços de anúncios e possui relatórios de feedback sobre o desempenho de cada um.

3- A tecnologia correta

Pensar como publishers é também saber implementar todos os elementos para comercialização de publicidade: soluções, planejamento e gerenciamento de dados. Tudo é essencial para monetizar o inventário, interagir com os clientes e dar acesso a formas inovadoras de promover a marca. Sempre segmentando a audiência correta. E garantem que seus dados primários e de seus anunciantes estejam seguros.

Se você tem interesse em saber sobre como as marcas podem se estabelecer como publisher, assine nossa newsletter e receba o melhor conteúdo sobre Brand Publishing.