Barões
coronavirus marcas

Coronavírus: marcas devem repensar todo o seu marketing em 2020

De acordo com diretor da agência Animalz, por conta da pandemia, empresas devem zerar seus planejamentos para 2020, mas sem deixar de traçar novas estratégias

21 de abril de 2020

Redação

A crise causada pela pandemia de COVID-19 afeta cada tipo de negócio de uma maneira. Para o bem e para o mal. Algumas empresas foram prejudicadas, como hotéis, agências de viagens, companhias aéreas e restaurantes. Já outras estão vendo uma demanda sem precedentes, como fabricantes de produtos de limpeza, serviços de streaming e e-commerces. E de acordo com Jimmy Daly, Diretor de Marketing da agência Animalz, por conta do coronavírus, marcas devem zerar e repensar seus planos de marketing para 2020. Mas o trabalho não pode parar. E deve continuar com novas estratégias. 

jimmy daly

“É provável que uma paralisação total diminua drasticamente as vendas e afete seus negócios, mesmo depois que a crise acabar. Você deve avaliar seus canais e talvez até reduzir. Mas escolha um caminho sustentável a seguir, para que a nova receita não se esgote”, aconselhou o especialista.

Leia também:
Em meio à crise do coronavírus, especialista em conteúdo aconselha: continue publicando!

Planejamento a longo prazo

Daly cita uma frase de Morgan Housel, sócio da Collaborative Fund, uma empresa investidora de startups, em um artigo sobre o atual momento da pandemia do coronavírus

“A ironia é que o pensamento de longo prazo é mais poderoso quando tudo está desmoronando. A maioria dos resultados de longo prazo é determinada por decisões tomadas durante uma minoria de instantes. E agora é um desses momentos. É um momento trágico para se ter miopia”, escreveu Morgan Housel.

O impacto do coronavírus nas marcas que trabalham com B2B, segundo o autor, é muito menos óbvio. Elas investirão ou reduzirão suas vendas e seu marketing? Como o trabalho remoto afeta as ferramentas nas quais as empresas confiam para operar? As empresas jogarão na defesa ou no ataque?

O que levar em consideração

Para ajudar os profissionais do setor de uma forma geral, Daly fez uma pequena lista de coisas que devem ser levadas em consideração pelos departamentos de marketing:

  • Se você estava planejando sediar ou patrocinar eventos em 2020, não assuma automaticamente que os eventos virtuais são a melhor alternativa. As pessoas vão ficar cansadas das reuniões pelo Zoom rapidamente;
  • A comunidade importa mais do que nunca. “Muitos para muitos” é mais forte do que “um para muitos”. E não custa quase nada administrar uma comunidade;
  • Aposte no chamado “meta conteúdo”. Ou seja, quando as empresas documentam sua própria experiência de maneira transparente. No atual momento, haverá um interesse crescente a respeito disso. Considere criar conteúdos sobre como sua equipe de marketing está se ajustando. Isso pode não impulsionar diretamente as vendas, mas ajuda a inspirar os profissionais do ramo onde sua empresa atua e cria boa vontade para sua marca;
  • E independentemente do que você fizer, pense a longo prazo. Serão necessárias algumas alterações urgentes, mas não atrase o seu marketing, a menos que seja absolutamente necessário.